Os movimentos de Filipinho

A nova edição da revista Surfer deu um belo destaque para Filipe Toledo. A publicação colocou o paulista como principal nome entre as promessas do surf para 2016. E o timing foi perfeito, principalmente depois da abertura dos trabalhos do ano com o CT em Gold Coast. Matt Wilkinson levou o primeiro lugar mas a glória foi toda do brasileiro. Ele ficou na terceira posição e saiu machucado do evento, com a promessa de retornar para a etapa do Rio.

E é justamente o Oi Rio Pro de 2015 uma das passagens mais legais do papo que ele teve com a revista. Apesar da exagerada reação que rolou na areia (a gente curte um drama, né?), aquele público reunido na praia e sua energia foram grandes surpresas para todos os envolvidos. Rola aí uma discussão sobre patrocínios e as próximas gerações de surfistas.

Entre o intocável Gabriel Medina e o CDF Mineirinho, Filipe sempre foi nosso “dark horse” como é falado na entrevista. Mas a torcida é de que ele se transforme em nossa aposta principal. Você pode conferir o material completo da Surfer aqui ó.

Como você pode ver, as fotos foram devidamente retiradas do site da Surfer. 😉

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s